A teia de neve

As alterações climáticas e os efeitos do aquecimento global deram o mote para a instalação artística que, nas comemorações do Carnaval da Neve, em Fevereiro, cobriram de branco o centro da Covilhã. A estrutura, concebida pelo artista plástico Luís da Cruz, teve como objetivo incentivar o pensamento crítico sobre o ambiente e o que pode ser feito para preservar o que resta dos nossos recursos naturais.

A estrutura artística contou com a colaboração de escolas e diversas instituições do concelho da Covilhã, nomeadamente do Agrupamento Escolas da “a Lã e a Neve”, Agrupamento de Escolas Frei Heitor Pinto, Agrupamento Escolas Pêro da Covilhã, Agrupamento Escolas do Teixoso, Escola Profissional, Agrícola Quinta da Lageosa, APPACDM, Escola Secundária Campos Melo EPABI, Escola Secundária Quinta das Palmeiras, Banda da Covilhã, Casa do Menino Jesus, Fundação Imaculada Conceição, Conservatório de Música da Covilhã, Associação Centro Social Sagrado Coração de Maria do Ferro, Santa Casa da Misericórdia da Covilhã, Estabelecimento Prisional da Covilhã e Grupo Vitória de Santo António.

C3D