ContraDANÇA: Dança e Movimento Contemporâneo

O evento decorre entre os dias 27 de setembro e 8 de outubro de 2022 e apresenta espetáculos na Covilhã, de 4 a 8 de outubro. O ContraDANÇA passará ainda por Gouveia, Fornos de Algodres e Figueira de Castelo Rodrigo.

Promovido pela ASTA – Teatro, o festival de dança e movimento contemporâneo, onde a dança, a performance e o teatro se conjugam, tem como objetivo promover e desenvolver as diversas formas artísticas contemporâneas da região.

Esta 13.ª edição do contraDANÇA, conta com um total de 12 espetáculos e em conferência de imprensa do passado dia 22, Sérgio Novo, diretor artístico da ASTA, realçou “a componente formativa e pedagógica do evento”. Já Rui Pires, diretor do espetáculo, referiu que há uma preocupação acrescida “em alcançar público mais novo” e que um dos objetivos é “criar jornadas, científicas e académicas, que estão associadas ao centenário do nascimento de José Saramago, um dos temas de vários espetáculos”, tendo sido realizada para o efeito, uma parceria entre a ASTA e o Departamento de Letras da Universidade de Beira Interior (UBI).

O festival arranca já esta terça-feira, dia 27, em Figueira de Castelo Rodrigo com a peça de teatro da ASTA, “Os Medos da Matemática”.

A 28 de setembro passa por Fornos de Algodres e dia 29 está programada, pelas 21h00, um espetáculo no Agrupamento de Escolas do Teixoso. Já nos dias 30 de setembro e 1 de outubro estará em Gouveia.

Entre 4 a 8 de outubro anda pela Covilhã, com um primeiro espetáculo, de entrada gratuita, no Jardim Público, “Prenúncio de uma Profunda Melancolia” e os restantes no Teatro Municipal.

Contradanca